SALÁRIO ATRASADO: FERREIRA GUEDES IGNORA MOVIMENTO REIVINDICATÓRIO DE EX-FUNCIONÁRIOS DE TERCEIRIZADA

SALÁRIO ATRASADO: FERREIRA GUEDES IGNORA MOVIMENTO REIVINDICATÓRIO DE EX-FUNCIONÁRIOS DE TERCEIRIZADA

Na última quinta-feira, dia 11, ex-funcionários da empresa terceirizada que prestava serviço a Ferreira Guedes, responsável pela adutora do Agreste nas obras da Transposição do São Francisco, realizaram um movimento reivindicatório na porta daquela empresa.

Mais de dez funcionários desesperados com o silêncio da Ferreira Guedes sobre o pagamento dos seus salários de fevereiro foram até a sede da Ferreira Guedes e ali solicitaram uma audiência com um dos responsáveis por aquela empresa, mas infelizmente não obtiveram êxito.

Segundo alguns desses ex-funcionários, os mesmos foram recebidos por policiais militares, os quais informaram que a questão do pagamento do salário de fevereiro e o pagamento referente a rescisão do contrato será paga mas não há previsão o que revoltou ainda mais aqueles trabalhadores, muitos deles pai de família e que estão sem dinheiro para levar para casa.

“Isso é um absurdo e muita falta de consideração com a gente, somos trabalhadores que prestamos serviço a Ferreira Guedes e merecíamos um pouco mais de consideração. Estamos desesperados sem dinheiro”, disse um dos trabalhadores presente no movimento.

A Ferreira Guedes, pelo que se sabe, acumula dívidas com as empresas terceirizadas, são milhões de reais, virando assim uma bola de neve e com esta terceirizada, que é a “Mais Construtora”, a Ferreira Guedes deve o salário  de fevereiro e o pagamento da rescisão do contrato.

Não há muito o que fazer, além de entrar na justiça do trabalho para ver seus direitos restabelecidos e esperar o fim dessa novela. Mas há de se ressaltar aqui que o tratamento dado a estes ex-funcionários pela Ferreira Guedes é desumano e de tamanha irresponsabilidade, já que todos são arrimos de família e merecem respeito de consideração.

Fonte: http://tribunadomoxoto.com