SINTEPAV-CE firma mais um ACT – Acordo Coletivo de Trabalho com reajuste de 13%

SINTEPAV-CE firma mais um ACT – Acordo Coletivo de Trabalho com reajuste de 13%

Após quatro (4) rodadas de negociação com a Empresa Serveg Civilsan, o SINTEPAV-CE conseguiu fechar o ACT – Acordo Coletivo de Trabalho para 2016/2017.

acordo

As principais cláusulas do acordo são:

– Reajuste salarial de 13%;
– Cesta Básica de R$ 350,00 (um acréscimo de 16,7% sobre o valor da cesta no acordo anterior);
– PLR – Participação no Lucros e ou Resultados de 110%;
– Cesta Natalina no valor de R$ 350,00;
– Folga na segunda feira de carnaval;
– Plano de saúde para todos os trabalhadores sem nenhum custo.

Com esse acordo, serão beneficiados todos os trabalhadores das obras da Transposição do Rio São Francisco em trechos de responsabilidade da empresa Serveg.

Na próxima semana, os trabalhadores serão informados oficialmente através das assembleias já agendadas de acordo com o Edital de Convocação publicado no Jornal O Povo, Edição do dia 16/06/2016 Populares – Página 29.

Homologado pelo Ministério do Trabalho o Acordo Coletivo da Companhia Siderúrgica Pecém

Homologado pelo Ministério do Trabalho o Acordo Coletivo da Companhia Siderúrgica Pecém

Foi homologando na última terça feira, 13/06 o ACT – Acordo Coletivo de Trabalho da CSP – Companhia Siderúrgica do Pecém.

O acordo firmado entre o SINTEPAV-CE e a Posco E&C , responsável pela obra da CSP, teve um reajuste salarial de 15% sobre os salários e deverão serem pagos retroativo à 1º de abril – nossa data base. O novo acordo terá validade até 31 de março de 2017.

Para ter acesso ao acordo na íntegra, acesse ao link:

Acordo Coletivo de Trabalho CSP 2016/2017

TRABALHADORES DA CSP – COMPANHIA SIDERÚRGICA PECÉM APROVAM PAUTA DE NEGOCIAÇÃO

TRABALHADORES DA CSP – COMPANHIA SIDERÚRGICA PECÉM APROVAM PAUTA DE NEGOCIAÇÃO

Cerca de 8 mil trabalhadores da CSP – Companhia Siderúrgica Pecém aprovaram por unanimidade na manhã de hoje, a pauta de reivindicações para a negociação coletiva 2016/2017. Com a data base em 1º de abril, a categoria espera que as negociações não se estendam muito e o reajuste saia na data prevista.

Em assembleia, a categoria fortemente unida debateu os principais pontos da pauta que são os seguintes:
– Reajuste Salarial de 25%;
– Cesta Básica de R$ 600,00;
– PLR (Participação nos Lucros e/ou Resultados) de 160%;
– Horas Extras de segunda a sexta feira com acréscimo de 80%, sábado 120%, domingo e feriados 150%;
– Plano de saúde para os dependentes sem co participação;
– Plano odontológico para os trabalhadores e dependentes;
– Ajuda de Custo no valor de R$ 700,00 para todos os trabalhadores que residem fora do município da obra;
– Baixada de campo a cada 30 dias para todos os trabalhadores que residem fora do município da obra;
– Folga no dia do pagamento;
– Quarta feira de carnaval (cinzas);
– 13º Cesta básica – kit natalino

Além desses principais itens, a negociação deverá ter um reajuste em todas as cláusulas do acordo já vigente.
Temas como assédio moral, advertências e suspensão serão também discutidos durante as reuniões que acontecerão em datas acordadas entre as partes, ainda hoje, durante a reunião de entrega de pauta. Uma comissão formada por trabalhadores acompanhará todo o processo de negociação levando assim, transparência para a base.

Uma próxima assembleia ficou definido para o dia 14/03. Espera-se que até lá, haja avanços nas negociações.

Campanha Salarial CSP 2016 2017