Metrofor – Trecho de avenida ligando Jovita à Bezerra de Menezes será liberado

A construção do viaduto que começa na rua Padre Cícero e passa sobre a avenida José Bastos, no bairro Rodolfo Teófilo, está com 95% das obras concluídas. Iniciada em 2009, a intervenção está prevista para ser entregue em setembro. O viaduto faz parte do conjunto de obras de mobilidade urbana da Companhia Cearense de Transportes Metropolitanos (Metrofor). Cerca de 84 imóveis da região foram desapropriados para a construção.

Após conclusão, a obra será interligada à avenida José Jatahy, que terá o primeiro trecho, entre as avenidas Jovita Feitosa e Bezerra de Menezes, liberado hoje, de acordo com a Secretaria Municipal da Infraestrutura (Seinf). Ciclovia, nova sinalização, arborização e iluminação, além de quatro faixas para veículos, estão entre as mudanças. O segundo trecho, de 400 metros (entre a Jovita Feitosa e o viaduto), está previsto para ser entregue em setembro.

Conforme nota da Seinf, a avenida José Jatahy, quando concluída, também possibilitará 5,5 km de acesso “praticamente expresso” das avenidas Francisco Sá à Aguanambi. “Futuramente, essas ligações farão parte do primeiro anel expresso da Capital, ligando essa região (das obras) até Mucuripe e Pirambu, por exemplo”, prospecta o secretário Samuel Dias. Segundo ele, a obra vai acabar com o “abandono do local”, onde antigamente funcionava uma via férrea e que, antes da construção, servia de depósito de lixo.

Avenida-Jose-Jatahy

Reclamações

De acordo com o diretor de Implantação da Metrofor, João Fernando Menescal, o bloqueio da região para obras do viaduto não interferiu no trânsito, visto que, antes, a movimentação tinha caráter de acesso local. Ele afirma que serão integradas ao projeto obras de urbanização na área.

Alguns moradores do entorno, porém, ainda não sabem qual será o resultado da intervenção. O professor Amaraldo Lima, 54, não tem conhecimento sobre a existência de retornos ao longo da avenida. “Haverá um sinal na (avenida) Jovita Feitosa, mas, quem garante que eu vou poder fazer a conversão para chegar em casa?”, questiona. De acordo com Samuel Dias, os retornos estarão concentrados no novo viaduto.

A obra do viaduto foi adicionada ao projeto de construção da Linha Sul do Metrô de Fortaleza para resgatar o trânsito no cruzamento entre a avenida José Bastos e a rua Padre Cícero, que teve fluxo afetado com a implantação do metrô. O primeiro trecho (leste) foi entregue em outubro de 2015.

Estações do metrô

O Metrofor tem 18 estações em funcionamento. A construção de duas outras que compõem a Linha Sul, a estação a Juscelino Kubitscheck (JK) e a estação Padre Cícero, ao lado do viaduto, estão com 87% e 50% das obras concluídas, respectivamente. Segundo nota da Metrofor, a estação JK está prevista para ser entregue no primeiro semestre de 2017. Já as obras da estação Padre Cícero estão paralisadas.

CICLOVIA BIDIRECIONAL, NOVA SINALIZAÇÃO, ARBORIZAÇÃO E ILUMINAÇÃO, ALÉM DE QUATRO FAIXAS PARA VEÍCULOS, ESTÃO ENTRE AS MUDANÇAS DA AVENIDA JOSÉ JATAHY

Saiba mais

A previsão inicial de entrega do viaduto era junho de 2014.

De acordo com a Secretaria das Cidades, a intervenção do viaduto tem investimento total de R$ 19,9 milhões — com contrapartida estadual de R$ 342 mil. Já a obra da avenida José Jatahy está orçada em R$ 2,1 milhões, com recursos do Tesouro Municipal.

Conforme O POVO noticiou em agosto de 2015, os prazos das obras precisaram ser readequados devido à falta de verba e às remoções.

Em setembro de 2014, o Ministério Público Estadual (MPCE) ajuizou ação civil pública solicitando o fim da obra e pagamento de indenização. O MPCE, em nota, afirmou que o pedido ainda aguarda decisão da 7ª Vara da Fazenda Pública.

Fonte: Jornal O Povo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

10 − 9 =