Obras em avenidas de Fortaleza irão interligar região hoteleira com o Aeroporto

As intervenções incluem as avenidas Abolição, Dom Luís e Gov. Raul Barbosa, compreendendo os bairros Mucuripe, Meireles, Aldeota, Dionísio Torres, São João do Tauape e Aerolândia

Ao todo, as quatro avenidas receberão obras de urbanização e mobilidade (Foto: Divulgação/Prefeitura de Fortaleza)

Tiveram início nesta segunda-feira, 14, as obras de requalificação viária dos Corredores Turísticos, projeto da Prefeitura de Fortaleza que prevê interligar a região hoteleira da cidade com o Aeroporto Internacional Pinto Martins. As intervenções incluem as avenidas Abolição, Dom Luís e Gov. Raul Barbosa, compreendendo os bairros Mucuripe, Meireles, Aldeota, Dionísio Torres, São João do Tauape e Aerolândia. A avenida Desembargador Moreira também faz parte do pacote e receberá intervenções em toda sua extensão, da Raul Barbosa até a Abolição.

As obras, que foram anunciadas em coletiva de imprensa no Paço Municipal nesta segunda, serão realizadas por meio da Secretaria Municipal da Infraestrutura (Seinf). Ao todo, as quatro avenidas receberão obras de urbanização e mobilidade, incluindo: cerca de 11 km de nova pavimentação (asfalto ou blocos de concreto), rampas de acessibilidade, nova sinalização, reforma do canteiro central, pavimento em concreto nos pontos de ônibus, calçadas, ciclofaixa, nova iluminação e paisagismo.

 

A Abolição passará por obras de requalificação viária em ambos os sentidos da avenida, facilitando a conexão das praias de Iracema, Beira-Mar e Mucuripe. A via receberá serviços de fresa – com a retirada do antigo asfalto para a instalação de nova pavimentação-, paisagismo, sinalização, iluminação em LED, além de reforma do canteiro central e pavimento em concreto nos pontos de ônibus.

A obra de urbanização da av. Dom Luís, que teve início em setembro deste ano, corresponde a recuperação asfáltica da via, com pavimento em concreto nos pontos de ônibus e a padronização de todas as calçadas da avenida, com piso intertravado no trecho entre a Rua Tibúrcio Cavalcante e a Av. Almirante Henrique Sabóia (Via Expressa), na Aldeota. As novas calçadas passarão a contar com itens de acessibilidade como rampas e sinalização tátil, infraestrutura para internalização da fiação da rede de dados, além da instalação de paraciclos, espaços de convivência com parklets em madeira com bancos, baias para embarque e desembarque, estacionamentos e paisagismo.

Uma das principais avenidas de acesso ao Aeroporto Internacional Pinto Martins, a avenida Raul Barbosa também receberá obras de requalificação viária entre a av. Padre Antônio Tomás e rua Coronel Gonçalo, facilitando também o tráfego de veículos que queiram acessar a BR-116. A avenida receberá os serviços de fresa, com a retirada do antigo asfalto para a instalação de nova pavimentação, além de reforma do canteiro central, sinalização, rampas de acessibilidade, iluminação em LED e pavimento em concreto nos pontos de ônibus.

Por se tratar de uma intervenção mais ampla, a avenida Desembargador Gonzaga será dividida em trechos durante as obras. A via irá receber um amplo colorido calçadão, priorizando o pedestre e melhorando a utilização dos espaços, já que o mesmo será integrado às novas calçadas da Praça Portugal, na esquina com Dom Luís. Os trechos foram divididos levando em consideração as áreas necessidades específicas da via, como rede hoteleira, comercial e residencial.

Trecho 1 – Entre Raul Barbosa e Padre Antônio Tomás

A av. Desembargador Moreira, no trecho entre as avenidas Padre Antônio Tomás e Raul Barbosa, passará por obras de requalificação viária com a retirada do antigo pavimento e implantação de novo asfalto, além da reconstrução do canteiro central, sinalização, itens de acessibilidade e pavimento em concreto nos pontos de ônibus. A obra visa facilitar o tráfego de pedestres e veículos, além de recuperar toda a malha viária em direção ao aeroporto.

Trecho 2 – Entre Padre Antônio Tomás e Dom Luís

Neste trecho está prevista a substituição de todo o asfalto da via por piso intertravado (blocos em concreto), o que irá facilitar o escoamento da água, além de melhorar a sensação térmica da via. Não haverá mudanças no tráfego neste trecho, que permanecerá com dois sentidos. A urbanização desta extensão da avenida se conectará ao trecho 3.

Trecho 3 – Entre Dom Luís e Abolição

Pensando no intenso fluxo de pedestres e ciclistas, a região ganhará pavimento em blocos de concreto, ciclofaixa e um amplo e colorido calçadão no trecho entre a av. Abolição e Dom Luís. A intervenção foi inspirada nas ruas de Santiago, no Chile, que oferecem um convite para o pedestre caminhar e ficar. O local ganhará ainda paisagismo, mobiliários urbanos e nova iluminação. A avenida passará a operar em mão única, no sentido sertão/praia, com duas faixas de tráfego. Com a mudança, os veículos poderão acessar as ruas Osvaldo Cruz e Barbosa de Freitas para seguirem no sentido praia/sertão.

Orçadas em R$ 31,4 milhões, as obras contam com recursos do Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF), Santander e Prefeitura de Fortaleza. As intervenções terão duração de 12 meses e serão executadas pela Secretaria Municipal da Infraestrutura (Seinf), em parceria com a Secretaria de Conservação e Serviços Púbicos (SCSP) e Secretaria Regional II.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

18 + 6 =