SEM AVANÇO NAS NEGOCIAÇÕES, TRABALHADORES CONTINUAM DE BRAÇOS CRUZADOS

Paralisados há quase um mês, os trabalhadores da obra de transposição do Rio São Francisco, no trecho executado pelo consórcio Ferreira Guedes/Toniollo Busnello, continuam de braços cruzados.

A decisão foi tomada hoje, 16/04 em assembleia realizada nas proximidades da entrada do canteiro de obras, no município de Penaforte, região do Cariri.

Cerca de 1200 trabalhadores aguardam que o consórcio resolva as pendências que vão desde reajuste salarial e atraso de pagamento de PLR – Participação nos Lucros e/ou Resultados.

Uma nova assembleia está agendada para o dia 22/04. Até lá, o SINTEPAV-CE espera o pronunciamento das empresas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × três =